THE DISTRICT!

   Os jovens de um bairro crescem em constante rivalidade e lutas à medida que as suas famílias ciganas, húngaras, árabes e chinesas se envolvem diariamente em hostilidades. Ainda assim, Richie, o mais jovem do clã dos Lakatos tenta encontrar uma forma de pacificar a família Csorba, especialmente a sua adorável filha Jules. Como ele rapidamente percebe, o caminho para a paz passa pelo dinheiro, e a única forma de ter dinheiro é ter petróleo. Assim, os miúdos efectuam uma viagem até à pré-história e criam as suas próprias reservas de petróleo mesmo por baixo do bairro. Após o seu regresso, a exploração de petróleo tem início, mudando radicalmente a situação na escola e no ambiente de criminalidade geral da área. Mas o seu súbito sucesso chama alguma atenção internacional não desejada sobre o bairro…

 

   É uma das mais premiadas e invulgares longas-metragens europeias da actualidade, tendo conquistado o galardão de Melhor Longa-Metragem de Animação em festivais tão emblemáticos como Annecy, Krok, Ottawa e Seoul. “The District” está longe das habituais efabulações das longas de animação e assume-se como um retrato dos sérios conflitos sociais dos grupos de jovens dos guetos urbanos. Tomando como ponto de partida um bairro pobre de Budapeste, o filme documenta o quotidiano agressivo e violento do gueto, desenvolvendo para o grande ecrã a temática que o realizador já tinha abordado numa mini-série de grande sucesso que realizara em 2003 para a TV2 Hungria. “The District” foi também um sucesso de público na Hungria, com cerca de 80 mil espectadores.

 

   Áron Gauder licenciou-se em 1999 na Academia Húngara de Artes Aplicadas com a sua primeira curta-metragem, “The Helping Sole”, e iniciou a sua carreira na animação por computador no Kosmo Studio. Em 2001, criou “At the Boderline East and West”, uma animação inter-activa para o Museu Nacional da Hungria e trabalhou em diversos projectos de longa-metragem como director de efeitos visuais informáticos, designadamente no muito elogiado “Hukkle”, de Gyorgy Pálfi, em 2002. Neste período, também participou em diversos projectos internacionais de curta-metragem de animação na Alemanha e fez o seu primeiro documentário de curta-metragem, “Iceland”. Gauder criou ainda uma mini-série para a TV2 Hungria em 2003 que foi exibida como parte de uma produção chamada “Lucifer Show”, com grande sucesso, e cujo desenvolvimento daria origem a “The District”.

 

   

THE DISTRICT!

(Nyócker!)

Hungria, 82 minutos.

Realização: Áron Gauder;

Argumento: László Jakab Orsós e Viktor Nagy;

Música: Szolt Hammer. Produção: Lichthof Productions.

Técnica: Fotografia, recortes, computador 2D e 3D.

 

Trailler